sexta-feira, 1 de junho de 2012

#10Anosdopenta

Há 10 anos atrás se iniciava a primeira copa do século XI que também foi a primeira copa no continente asiático, a copa mais tecnológica teve o luxo de ser disputada em 2 países e Japão e Coréia não economizaram. Os estádios foram todos lançados para o evento.
O logotipo oficial da copa de 2002. (Wikipedia)
A Copa foi cheia de grandes e várias surpresas que começou a ser escrito em 31 de maio de 2002, quando o Senegal surpreendeu a atual campeã, a França. Túrquia e Coréia do Sul também foram muito bem e terminaram entre os 4 primeiros. A Alemanha não vinha bem, porém, na copa despontou e massacrou seus adversários até chegar a decisão onde não foi páreo para a unida seleção brasileira, de Felipe Scolari.
Em sua única copa, Senegal surpreendeu e só parou nas quartas. (Copa Writers)
Nem adianta dizer que aquela seleção do penta era de um grande nível técnico, pelo contrário, era uma seleção que jogava com o coração e assim conseguiu o título. Contudo, a amarelinha precisou do grande futebol de alguns jogadores diferenciados. A jornada rumo ao penta começava nas eliminatórias em 2000, o adversário era a Colômbia, em Bogotá. Comandados por Vanderlei Luxemburgo, a seleção canarinho não saiu do canto e empatou por 0 a 0, era o início de um difícil acesso ao mundial.
Com muitas dificuldades no comando e a perda das Olipíadas de Sydney, Luxa deu lugar a Émerson Leão, técnico com um temperamento difícil que tinha um desafio complicado, levar o Brasil a copa. Leão foi muito mal no comando da amarelinha e logo foi demitido.
A Fevernova foi a primeira bola que revolucionou o design para os toneios futuros. (Vida Vazia)
Em 2001, em cima da copa, a tarefa foi dada ao gaúcho Luiz Felipe Scolari, treinador vencedor, principalmente no fim dos anos 90. Felipão estreou perdendo em Montevidéu para o Uruguai, com apenas um jogo, o técnico já era contestado.
Era 21 de novembro de 2001, o Brasil precisava vencer por 3 a 0 a Venezuela para não ir a repescagem e correr o risco de ficar fora da copa do mundo, seria um fato inédito, unidos por Felipão, os jogadores deram o sangue até o minuto final, com dois gols do atacante Luizão e um de Rivaldo garantiram a seleção em mais um mundial, era o começo de uma linda história apelidada de “A família Scolari”.

A família Scolari teve um grande desempenho e conquistou a copa com 100 de  aproveitamento. (Abre o Jogo)

Após esse aperitivo e para relembrar esse fato histórico que consagrou uma geração, a Tribuna homenageará a seleção canarinho, começando no dia 3 de junho, que marca os dez anos da estréia da seleção de Ronaldo, Rivaldo e companhia, na copa da Coréia e do Japão, contra a surpresa da copa, a Túrquia. Fiquem ligados! 

O vídeo oficial da Copa da Coréia e Japão
: