sexta-feira, 27 de abril de 2012

¡Més que un entrenador! O adeus de Pep


Fim de uma história! Na manhã desta sexta-feira, Pep Guardiola disse adeus ao Barcelona, ao lado do presidente do clube catalão Sandro Rossell, Pep se emocionou na hora do anúncio e agradeceu ao clube pela oportunidade.
Guardiola dá adeus a Barcelona. (Inthestands)
Em uma grande história juntos, Barcelona e Guardiola conquistaram 13 títulos em 17 disputados, lembrando que o clube está na final da Copa do Rei e é ligeiro favorito no confronto contra o Bilbao. Uma marca sensacional, em sua primeira temporada como técnico, conquistou tudo que disputou e já se estabilizou na profissão.
Rossell abraça Pep durante a coletiva. (Getty Images)
Um novo estilo de jogo, um trabalho elaborado a mais de vinte anos, o projeto desse lendário Barcelona é revelar ao mundo que um clube pode ser vitorioso só com jogadores feitos em casa. Já entrosados, os meninos da Catalunha dão um show em posse de bola e sempre dominam o jogo, mesmo que não vençam o tal confronto.
Com 41 anos de idade, Guardiola não falou sobre o futuro mas revelou o culpado por sua saída de Barcelona: - Quatro anos no banco do Barcelona é uma eternidade. Eu preciso descansar. A exigência foi muito alta e o treinador tem que ser muito forte. Sei que o Barça é um lugar privilegiado, mas acho que consegui cumprir meu papel. Quero agradecer aos jogadores que tornaram realidade aquilo que havíamos imaginado. Tenho que recuperar a paixão no primeiro ano. O culpado? O tempo - encerrou Pep. A certeza que fica é que desempregado, o multicampeão espanhol não fica, grandes clubes europeus já se movimentam para ter no banco o melhor técnico da atualidade.
Antes auxiliar, Tito Vilanova assume o Barcelona pós Pep. (Yahoo)

Já o Barcelona, anunciou seu auxiliar técnico, trata-se de Tito Vilanova, com 42 anos, a “sombra” de Guardiola terá sua chance de ouro como efetivo no maior clube do mundo. Os jogadores do Barça foram a coletiva de despedida de Pep e também se emocionaram com o adeus, porém, aprovaram a escolha do seu sucessor



O estilo de jogo do Barcelona deve continuar o mesmo, mas é claro que o “estiloso” treinador fará muita falta no banco. Além de manager, Pep é um cara humilde e amigo de seus comandados que em seu novo clube, vai confirmar o seu valor na profissão e na vida pós Barça. 

O super campeão Barcelona em sua era de ouro. (Blog do revrodrigo)