quarta-feira, 25 de abril de 2012

Classificação alemã na batalha de Madri


É para consolidar de vez o futebol alemão! O Bayern elimina o Real Madrid, nos pênaltis, e enfrenta o Chelsea em sua casa no dia 19 de maio. Em uma verdadeira ode ao futebol, Bayern e Real fizeram, sem sombra de dúvidas, o melhor jogo da atual Liga dos Campeões.
Ex merengue, Arjen Robben chega a sua segunda final de Champions. (AFP)
O Santiago Bernabéu virou uma fortaleza merengue, e o jogo começou com uma pressão madridista para cima dos bávaros, foram várias chances desperdiçadas, mas logo aos 6 minutos de jogo, Alaba colocou a mão na bola dentro da área, era pênalti para o Real. Nada poderia ser melhor, então Cristiano Ronaldo chamou a responsabilidade e, matando Manuel Neuer na cobrança, abriu o placar para a equipe de Madri. O Bayern sentiu o gol e se mostrou angustiado em campo, o Real, que não é bobo, aproveitou o nervosismo bávaro e marcou o segundo com Ronaldo, aos 14 minutos do primeiro tempo. Com tanta facilidade assim, muitos achavam que a classificação já estava assegurada, porém, um pênalti, dessa vez para o Bayern, marcado aos 27 minutos, recolocou o time de Munique no jogo, Arjen Robben diminuiu e o placar do jogo de ida estava repitido.
O segundo tempo continuou com a mesma pegada, Real atacando e o Bayern era um time mais sólido e frio. Substituições foram feitas, mas o jogo não mudou em nada e o coração começou a bater mais forte, era o apito final e teríamos a segunda vaga na final disputada na prorrogação. Na prorrogação, o Real foi superior, todavia, fracassou nas suas tentativas frustradas de ir ao ataque, o confronto iria para a loteria dos pênaltis.
Ronaldo repete Messi e desperdiça o pênalti. (Reuters)
   Os dois gigantes mereciam, porém, só um poderia conquistar a vaga e a loteria começou com o melhor jogador merengue, Cristiano Ronaldo, repetiu o que seu “rival” Messi fez no dia anterior, e perdeu o primeiro pênalti para o Real. O Bayern começou com Alaba que converteu com facilidade, o segundo cobrador do Madrid foi o brasileiro Kaká que decepcionou e após pegar a cobrança do português Ronaldo, Manuel Neuer defendeu o pênalti de Kaká e o Bayern estava com um pé em Munique. Até que Toni Kroos, jovem bom de bola do Bayern, não converteu a cobrança, trazendo novas esperanças ao Real Madrid, esperanças que aumentaram quando Xabi Alonso converteu e diminuiu para os anjos brancos. Era a vez do capitão alemão Philipp Lahm, que cobrou muito mal e se o Real fizesse empataria a loteria, mas isso não aconteceu porque Sério Ramos cobrou horrivelmente e deixou o Bayern a um gol da classificação, e Schweinsteiger colocou a bola na rede e garantiu a Bavária na final de mais uma UEFA Champions League.
O Real de Mourinho pára mais uma vez na semifinal. (Reuters)
        É a primeira vez em 28 anos, que um clube disputará a final em sua casa, é a grande arma do Bayern para vencer o Chelsea e voltar a conquistar a Liga dos Campeões da Europa. O Real se junta ao seu arquirrival Barcelona e aprende uma lição para quem sabe num futuro, reconquistar a Europa. 




          A finalíssima acontece no dia 19 de maio, no Allianz Arena e a Tribuna está colado em ingleses e alemães que farão o confronto do ano para encerrar o calendário europeu na temporada 2011/2012.


Bayern disputa a final em sua casa. ( Reuters)