terça-feira, 20 de março de 2012

Estréia fora do comum



A temporada 2012 da F1, enfim, começou nesse fim de semana com o GP da Austrália, em Melbourne, trazendo surpresas e erros que ocorrem comumente. A McLaren se sobressaiu desde o treino classificatório, conquistando uma dobradinha de excelentes pilotos, os ingleses Lewis Hamilton, em primeiro, e Jenson Button, em segundo. Fechando o trio, apareceu a surpresa Romain Grosjean da Renault Lotus. O alemão Michael Schumacher ficou em quarto, gerando várias expectativas.

Dada a largada, Lewis Hamilton largou mal e permitiu a ultrapassagem do seu compatriota e parceiro de equipe Jenson Button que seguiu na frente até o fim do grande prêmio, em segundo o atual bicampeão e fora de série Sebastian Vettel, Hamilton fechou o pódio.
Button comemora sua ótima estréia na F1 (Getty Images)

Diferentemente da McLaren e da RBR, a Ferrari, mais uma vez, começou mal a temporada, com um carro deplorável, a escuderia italiana precisou das habilidades do seu bom piloto Fernando Alonso para conquistar a quinta colocação. Desde a saída de Jean Todt, a Ferrari pouco produziu.


Festa no pódio é da McLaren (Velocidade)


Difícil de aturar foi a trapalhada dos brasileiros Bruno Senna e Felipe Massa, que se chocaram numa curva e deram adeus a corrida mais cedo. Procurados para falar do incidente, os dois levaram como um “acidente de trabalho”, realmente inaceitável para os brasileiros que já mostram o péssimo ano que vem por aí. Vale destacar que foi a primeira corrida sem Rubens Barrichello que trocou a F1 pela Fórmula Indy.


O início motiva a McLaren que demonstra superioridade sobre as demais já na primeira prova, a escuderia britânica não conquista um mundial de pilotos desde 2008, quando Lewis Hamilton deu o ar da graça e faturou o campeonato. A volta de Kimi Raikkonen também animou a todos, diferentemente de Schumacher que abandonou a prova, o finlandês não precisou de readaptação e ficou em sétimo, garantindo 6 pontos.


Mecânicos da Ferrari pasmos em ver mais um péssimo carro (AP)


A temporada se inicia já mostrando uma disputa entre McLaren e RBR, recheada de bons pilotos e com ótimos carros a briga vai ser séria. A melancólica Ferrari parece que vai penar bastante na competição e dependerá muito de Fernando Alonso para subir no campeonato. Mesmo com a trapalhada, Bruno Senna tem muito a evoluir na temporada, já que ele volta a F1 para se consolidar como um piloto promissor, já não posso dizer o mesmo de Felipe Massa, com o contrato com a Ferrari terminando, o brasileiro terá de jogar a vida nessa temporada se quiser seguir na escuderia.

Foto oficial da F1 2012 (Getty Images)
O próximo grande prêmio já é na semana que vem, o GP da Malásia promete a consolidação das grandes equipes e mais surpresas e é lógico que a Tribuna vai ficar ligada em mais uma corrida do maior campeonato automobilístico do mundo, fiquem ligados!