domingo, 15 de julho de 2018

Tribuna de Copa #dia32: Marselhesa pela segunda vez


Favorita do início ao fim, a França é novamente campeã do mundo. Vinte anos após a primeira conquista, a segunda taça corou uma campanha muito correta da jovem geração comandada por Didier Deschamps. E para encerrar o Mundial em grandioso estilo, os franceses venceram os croatas por 4 a 2 no trigésimo segundo e último dia de Copa do Mundo.
Projeto que deu certo! Deschamps comandou a França na Copa de 2014 e na Euro de 2016 (Fifa.com)

Tribuna de Copa #dia31: os mais envolventes


No penúltimo dia de Copa da Rússia, a Bélgica confirmou o favoritismo e com um futebol para lá de envolvente, garantiu a terceira colocação no Mundial. Os Diabos Vermelhos foram gigantes e a campanha de seis vitórias em sete jogos terminou com um gostinho frustrado por ter sido superado pelos franceses na semifinal.
Melhor Bélgica da história termina a Copa com o terceiro lugar. Poderia ter ido além (Fifa.com)

sábado, 14 de julho de 2018

Preciosidade


É a primeira vez que a final de Copa do Mundo vai contar com o confronto entre França e Croácia. De um lado, a campeã mundial de 1998, que montou um elenco forte e projeta vencer uma competição há pelo menos quatro anos. Do outro, uma seleção jovem, que disputa apenas o seu sexto Mundial e que está na crista da onda para escrever de vez o nome na história. Um fato raro na decisão do torneio da Rússia.

Em sua terceira final, a França é muito favorita para cima de uma Croácia histórica (Tribuna do Cisco)

quinta-feira, 12 de julho de 2018

Tribuna de Copa #dia28: a vez do décimo terceiro


No vigésimo oitavo dia de Copa do Mundo, a Rússia apresentou mais uma das suas boas surpresas. Quer dizer, os croatas realmente eram superiores aos ingleses, mas ninguém jamais esperava que o pequeno país europeu pudesse se tornar a décima terceira seleção a chegar à final do Mundial.

O gol de Mandzukic, com passe de Perisic, deu a Croácia o triunfo mais importante de sua curta história (Fifa.com)

terça-feira, 10 de julho de 2018

Tribuna de Copa #dia27: equilibrado


Vinte anos após a primeira vez na finalíssima, a França está de volta e, diferentemente de 2006, quando foi derrotada, chega muito mais forte. A atual geração é, inclusive, mais equilibrada que a campeã em 1998 e que a segunda colocada na Alemanha há 12 anos. A vitória nesta terça-feira sobre a Bélgica prova isso. Enquanto os Diabos Vermelhos pelejavam, trabalhavam bola e lançavam a pelota na área, os franceses eram certeiros e com certo pragmatismo, venceram e se impuseram como os grandes favoritos ao título.

Umtiti venceu os gigantes belgas para garantir a França na final da Copa do Mundo (Fifa.com)